Tamanho do texto

Aprendamos a viver bem

Bem viver é uma arte cuja aprendizagem e aperfeiçoamento não têm fim.

Mas se soubermos por onde começar o passo fundamental será dado. Com esta finalidade (isto é, “por onde começarmos?”) este artigo apresenta, a seguir, algumas orientações na linha do bem viver.

I) Evite o perfeccionismo.

Querer fazer algo sempre melhor tem que ser o objetivo de todos nós, no entanto, querer atingir a perfeição no que faz, é ilusão. E ilusão geralmente gera frustração. Procure fazer sempre o melhor, procure sempre dar o melhor de si, mas não faça parte do time dos perfeitos (aqui na Terra este time não existe). Atenção: Não estou aqui fazendo referência a, por exemplo, uma atividade industrial, onde, neste caso, os processos – ou procedimentos - devem tender à perfeição (ou ao erro zero).

II) Não sofra por antecipação.

Já ficou comprovado que a maioria dos problemas futuros que uma pessoa imagina que irão ocorrer, não se concretizará. Portanto, dê a cada dia o seu valor e a sua atenção, mas deixe o futuro para o futuro. Quem sabe dar a devida atenção ao dia de hoje, vivendo-o em plenitude, consegue transformar – para melhor – o seu futuro.

III) Procure estabelecer uma filosofia de vida onde a parte material não seja a preponderante.

Trabalhar, amealhar bens materiais, deve fazer parte de toda a pessoa sensata e previdente. No entanto, quem tem como objetivo primordial da vida amealhar bens, está prescrevendo a receita certa para ser uma pessoa frustrada, pois a vida é muito mais do que bens materiais.

IV) Procure dar igual valor à família, ao trabalho e à parte espiritual.

Geralmente quem dá valor desigual aos três itens acima, começa a ter de trabalhar com os mecanismos de compensação para poder sentir-se realizado. E certamente, apesar dos mecanismos de compensação funcionarem, eles não são os meios mais adequados para atingirmos a realização pessoal.

V) Não trabalhe de forma excessiva.

Ao contrário do que se pode imaginar, o trabalho excessivo não está condicionado à quantidade de horas de trabalho/dia, pois há pessoas que trabalham muito e não sofrem consequências negativas. Independentemente do número de horas trabalhadas, o trabalho é considerado excessivo quando interfere negativamente no prazer de trabalhar, no campo físico e também na vida familiar, social, cultural e espiritual do profissional.

VI) Seja persistente nas mudanças de atitudes.

Lembre-se da força da persistência, como disse determinado autor (não me lembro do seu nome): Nada neste mundo pode substituir a persistência. Nem o talento, pois nada é mais comum do que talentosos fracassados; Nem a genialidade, pois o gênio incompreendido é quase um pleonasmo; Nem a educação, pois o mundo está cheio de pessoas cultas marginalizadas. Só a persistência e a determinação tudo podem.

 

 

ALKÍNDAR DE OLIVEIRA é consultor de empresas, escritor, palestrante e professor de liderança, oratória, comunicação interna, visão sistêmica, ambiente organizacional e outros temas. Paulista, ministra treinamentos comportamentais para líderes em todo o Brasil. É criador da Metodologia do Diálogo e do Consenso. Site: www.alkindar.com.br.

Pagina 1 de 38

Prev Next

Obstáculos são aqueles perigos que você vê quando tira os olhos de seu objetivo.

Henry Ford

O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada.

Albert Einstein

Saudade é um sentimento que, quando não cabe no coração, escorre pelos olhos.

Bob Marley

Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.

Antoine de Saint-Exupéry

Se meus olhos mostrassem a minha alma, todos, ao me verem sorrir, chorariam comigo.

Kurt Cobain

O homem acredita mais com os olhos do que com os ouvidos.

Sêneca

Guarda-me, como a menina dos seus olhos. Ela é a tal, sei que ela pode ser mil, mas não existe outra igual.

Chico Buarque

Dirão, em som, as coisas que, calados, no silêncio dos olhos, confessamos?

José Saramago

Também acho uma delícia quando você esquece os olhos em cima dos meus.

Chico Buarque

Olhos nos olhos, quero ver o que você diz. Quero ver como suporta me ver tão feliz.

Chico Buarque

Fiero